Campo Limpo Paulista é um município brasileiro do estado de São Paulo. Localiza-se a uma latitude 23º12’23” sul e a uma longitude 46º47’04” oeste, estando a uma altitude de 745 metros. Sua população estimada em 2003 era de 73.132 habitantes. A cidade possui um estádio chamado Estádio Aldevio Barbosa de Lemos. Integra a Aglomeração Urbana de Jundiaí

A Cidade de Campo Limpo Paulista surgiu com a construção do leito da Estrada de Ferro São Paulo Railway (SPR), em 1867 ligando Jundiaí a Santos, Estrada de Ferro Santos-Jundiaí, que hoje se integra à Rede Ferroviária Federal (RFF), para o transporte de café dos fazendeiros da zona Bragantina. Em 1880 o sítio integrava também Ivoturucaia, que, de acordo com o livro histórico de Manoel Tavares da Silva, possuía posto de telégrafo, de propriedade de João Antonio da Silva e sua mulher, ambos pioneiros de Campo Limpo.

O povoamento teve início da atual rua Joaquim Pereira Pinto, onde foram construídas casa de sapé para trabalhadores da ferrovia. Através de plebiscito, foi garantida a emancipação, efetivada em 1965, com a instalação do município.

Campo Limpo Paulista foi alçada à categoria de distrito do município de Jundiaí em 20 de dezembro de 1953, pela lei municipal no 2.456. Tornou-se município independente em 28 de fevereiro de 1964, pela lei estadual no. 8.092. Mas o então distrito conquistou sua independência após o movimento de emancipação, liderado pelo primeiro prefeito Adherbal da Costa Moreira.

O plebiscito que aprovou a emancipação ocorreu em 1o de dezembro de 1963, e o primeiro prefeito tomou posse em 21 de março de 1965, data oficial da fundação do município.

A emancipação teve origem no descontentamento dos moradores com a administração central de Jundiaí, que não atendia convenientemente o distrito. O movimento ganhou força com a vinda da indústria metalúrgica Krupp, inaugurada em 1961 com as presenças do governador Carvalho Pinto e do presidente Jânio Quadros. A indústria foi o componente econômico que faltava para o processo inevitável da emancipação político-administrativa.

Campo Limpo Paulista se formou às margens das ferrovias S.P.R., a Companhia Inglesa depois Santos a Jundiaí, e a E. F. Bragantina, sediando o entroncamento das mesmas.
Inicialmente abrigou ferroviários e pequenos agricultores. A agricultura era voltada para hortifrutigranjeiros e extrativismo vegetal. Havia também várias granjas, olarias, duas vinícolas e a fábrica de adubos Manah.

A origem do nome Campo Limpo é geográfica, pois os primeiros moradores vislumbraram um imenso campo limpo no local. Através da Lei Estadual nº 9842, de 19/09/67, foi alterada a denominação da cidade para Campo Limpo Paulista, de maneira a não confundir com o bairro do mesmo nome, na capital.

A comissão executiva do movimento de emancipação teve como presidente Adherbal da Costa Moreira e como presidente de honra o General Aldévio Barbosa de Lemos. A primeira legislatura teve como prefeito Adherbal da Costa Moreira e vice Joaquim Tavares da Silva.

Para homenagear a comunidade de moradores desta maravilhosa cidade, o Encontra São Paulo criou o Encontra Campo Limpo Paulista .
Fonte: Prefeitura de Campo Limpo Paulista.

Notícias de Campo Limpo Paulista

Blog do Guia da Cidade Campo Limpo Paulista

Cidades de São Paulo: Limites – Cidades Vizinhas

Várzea Paulista, Jarinu, Jundiaí, Atibaia, Franco da Rocha e Francisco Morato.

Dados Principais sobre Campo Limpo Paulista

Aniversário: 21 de março
Fundação : 1965
Gentílico: Campolimpense
Área: 80.048 Km²
População 74.114 hab. (2010)
IDH 0,805 – elevado
Prefeitura Campo Limpo Paulista

Vídeo sobre a cidade de Campo Limpo Paulista

Mapa Campo Limpo Paulista

Moradores ilustres de Campo Limpo Paulista